Quem somos

A maior parte do conteúdo do nosso site foi produzido por estudantes de jornalismo, sob a orientação de professores. Além disso, temos também alguns textos e fotografias cedidas por profissionais de várias áreas. Todas as informações divulgadas são de responsabilidade dos entrevistados e dos autores dos textos e fotos.

Edição e atualização da página
Agnes Mariano

Orientação dos estudantes
Foto – Marco Aurélio Martins (2002 a 2004)
Agnes Mariano
Suzane Costa

Revisão de texto
Fabíola Gabini
Lana Oliveira

Foto do cabeçalho
Andre Stangl

Redirecionamento
NetSenior – Desenvolvimento Web

Textos e fotos
Maisa Amaral
Sara Cerqueira
Helbert Luciano
Mateus Borges
Monique Moura
Manuel Arthur

Carla Prates, 18 anos:

“A produção das matérias me fez quebrar preconceitos e admirar uma região antes desconhecida. Os depoimentos e as histórias de vida que conheci jamais serão esquecidos”.

Lise Oliveira, 20 anos:

“Fazer as reportagens sobre o subúrbio me fez repensar a imagem que temos cristalizada deste lugar tão rico de história e cultura em Salvador”.

Lana Oliveira, 20 anos:

“Conhecer algumas faces do subúrbio de Salvador despertou em mim profundo interesse e encantamento”.

Fabíola Gabini, 27 anos:

“Foi um grande desafio explorar um lugar desconhecido, além de uma experiência enriquecedora para todos como escritores”.

Adriana Luciana, 19 anos:

“O jornal foi algo que contribuiu tanto para conhecimento aprofundado, quanto para experiência de vida”.

Fernanda Deiró, 18 anos:

“O subúrbio está vivo nas tradições e nas inovações. Conhecê-lo é um encantamento sem igual”.

Amanda Barboza,18 anos:

“O Subúrbio é uma parte esquecida de Salvador. Conhecê-lo quebra preconceitos e provoca encantamento”.

João Paulo Silva, 28 anos:

“Foi uma experiência enriquecedora”.

Carolina Vasco, 20 anos:

“Conhecer foi uma ótima experiência para mim, que sou do PA. Normalmente quem não conhece o local tem uma idéia diferente a respeito, de forma negativa”.

Cleber Silva, 24 anos:

“O Subúrbio de Salvador é um campo extremamente rico em informações gerais. Grande experiência profissional, grande experiência de vida”.

Cristiana Jordão, 19 anos:

“O subúrbio sempre fez parte da minha vida particular, pois sou filha desta parte de Salvador, e agora entrou na minha vida de jornalista”.

Mariana Padilha, 23 anos:

“Fazer um jornal do subúrbio foi ampliar a comunicação com a periferia”.

Ana Letícia Reis, 18 anos:

“Fazer reportagens no subúrbio foi uma grande satisfação. Vivenciar experiências que jamais serão esquecidas”.

Clara Hiroki, 21 anos:

“Retratar o subúrbio é retratar uma cidade dentro de outra, muitas vezes esquecida, mas viva para sempre”.

Euro Azevedo, 19 anos:

“O jornal pretende mostrar, por diversas perspectivas, o subúrbio, que é uma região um pouco ignorada pela grande mídia. Essa é a grande importância do projeto”.

Esdras Goodgloves, 18 anos:

%d blogueiros gostam disto: